Capa Como gerir duas carreiras no LinkedIn

Como gerir duas carreiras no LinkedIn

No atual mercado de trabalho, cada vez mais são as pessoas com diversos interesses e áreas de negócio adjacentes à sua atividade profissional. O que, por vezes, pode fazer com que estas vidas “extra” (a nível profissional) possam colidir ou sobrepor-se. Por isso, surge a pergunta: como gerir duas carreiras distintas no LinkedIn?

Como não gerir duas carreiras distintas no LinkedIn

Ter dois perfis independentes

Quando um profissional se encara com esta questão, pode, naturalmente, pensar em criar um perfil extra para poder descrever livremente a sua atividade extra. Contudo, esta prática é uma a evitar a todo o custo por duas razões:

  • O LinkedIn fornece uma ferramenta própria para “Consolidação de contas”, para assim evitar o crescimento de contas duplicadas;
  • Além disso, uma violação do “Contrato de Usuário”, o que poderá fazer com que a sua conta (ou contas) seja eliminada.

É importante lembrar que ter dois perfis distintos faz com que o utilizador tenha duas redes de contactos diferentes. Apesar de se querer manter uma distinção entre uma carreira e outra, nunca se sabe quando um contacto ligado à área ou setor “principal” possa requerer ou necessitar, para o próprio ou para recomendar, dos serviços “secundários”, ou vice-versa.

Ler mais: Como construir uma boa rede de contatos no LinkedIn?

Também é de notar que um perfil diferente, mas “igual” iria acabar por também confundir os utilizadores que procuram um dos seus serviços, sem saber qual o perfil certo e o errado. Por isso, o melhor curso de ação é centralizar as suas atividades no mesmo perfil. Afinal, o LinkedIn permite exatamente isso ao editar o perfil e adicionar diferentes carreiras.

Formas de gerir duas carreiras distintas no LinkedIn

Exemplo de duas carreiras no LinkedIn

É importante esclarecer que não é possível dar igual destaque a ambas as carreiras, por isso terá de ser ajustado de acordo com as prioridades atuais na fase de emprego em que se encontra. Poderá querer empregar diferentes estratégias consoante diferentes situações.

Ter só um perfil de LinkedIn com as duas carreiras descritas

Uma possibilidade de “contornar” este problema é descrever as duas carreiras na íntegra no seu perfil. Este tipo de estratégia é a que melhor pode demonstrar as duas carreiras, mas pode causar alguma confusão ao potencial cliente acerca da área ou setor em que trabalha.

Por isso, é importante estruturar bem o espaço do título profissional (a pequena descrição do perfil) e, também, o sobre, para os outros utilizadores entenderem bem as funções que desempenha, e de que forma.

Ter atenção que, caso esteja empregue, estas informações podem não ser bem vistas pela empresa onde atualmente trabalha. Contudo, e como referido, cada vez mais a tendência é para que os profissionais tenham atividades em paralelo com a vida profissional, o que traz benefícios para ambos os lados.

Dar ênfase a uma das duas carreiras no perfil LinkedIn

No caso de uma das duas carreiras ter uma maior predominância, poderá ser uma opção dar uma maior ênfase a uma das atividades profissionais no perfil LinkedIn. Com isto quer-se dizer voltar o perfil principalmente para uma área, não deixando de mencionar essa outra atividade que desempenha.

Para isso, é necessário o perfil estar com o título profissional com forte ênfase na área/setor escolhido e com a secção da “Experiência” com a atividade principal em primeiro lugar. Na área do “Sobre” será onde foca mais sobre as duas áreas para poder também mostrar essa versatilidade que possui.

Perfil voltado para uma área e uma página de empresa voltada para outro

No caso de querer optar por uma solução que envolva “dois perfis”, a melhor forma de replicar essa estratégia é através de um perfil voltado para uma área e a criação de uma Página da Empresa para outra área de atuação.

Esta estratégia traz diferentes vantagens:

  • Permite ter uma clara separação entre as duas atividades profissionais;
  • Pode ser feita uma comunicação incisiva para ambas as áreas, sem uma ficar a perder por isso;
  • É mais facilmente percetível que opera em duas áreas distintas.

Mas também traz consigo a desvantagem de haver o trabalho acrescentado da gestão e comunicação da Página da Empresa, como também o facto de que não pode convidar novas e diferentes pessoas da sua rede para seguir a página, apenas conexões que já possui. Por isso, pode ser difícil, apenas com os esforços da Página da Empresa, alcançar diferentes pessoas.

Reconhecer as forças de cada área e apostar noutros meios

Nalguns casos, pode até nem se justificar a criação de um segundo perfil de LinkedIn. Isto porque, para algumas áreas, a comunicação e procura é feita, predominantemente, noutras redes.

Um exemplo concreto é o exemplo de uma bijuteria que queira comunicar melhor a sua marca. O público-alvo (em termos comunicativos) de uma área como essa estará mais concentrado em redes mais visuais e com maior recurso a imagens, como o Instagram ou o Pinterest.

Assim não só é possível ter um melhor alcance de possíveis compradores, como também é possível focalizar melhor os segmentos e ir ao encontro do maior público-alvo. Pode, no entanto, colocar no seu perfil que tem essa atividade (como exemplo, na área da experiência), para os visitantes do seu perfil estarem atualizados sobre essa atividade, mas sem dedicar especial enfoque.

Notas finais

Gerir duas carreiras é um processo complicado, e não o deixa de o ser dentro das redes sociais. Estas são algumas das possíveis soluções para resolver este “problema”, de forma a obter o melhor dos dois mundos. Há sempre espaço para outras e diferentes soluções, mas é sempre possível conciliar tudo.


Deseja aumentar a visibilidade online para si e/ou para a sua empresa?

Contacte para saber o que podemos oferecer para alcançar seus objetivos profissionais pessoais e/ou da sua empresa, mais rápido, com menos esforço e com melhor presença nas redes profissionais.

Categorias

Categorias

Artigos Recentes